Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA

Uma tragédia foi registrada no interior de uma casa na Rua Nestor Ferreira de Morais, centro de Emas, na tarde dessa terça-feira, 24. O negociante Adriano Paulo de Medeiros, de 34 anos, matou a tiros sua própria esposa, a dona de casa Elaine Cristina Batista de Sousa, que constantemente era agredida pelo marido e tanta violência culminou com o pior.

Ao ver a mãe sendo alvejada, uma filha adolescente do casal correu até o destacamento da Polícia Militar em busca de socorro, mas quando os policias chegaram à residência, o homem já havia fugido, enquanto a mulher agonizava. Ela foi socorrida para o hospital de Patos, mas não resistiu.

Durante a fuga, o acusado abandonou uma moto em uma área rural entre os municípios de Emas e Coremas. Policiais fizeram diligências durante toda a noite, mas a chuva e a escuridão dificultaram o trabalho policial, segundo o caso Simonaldo.

Conforme o militar, o acusado estava sob efeito de álcool, o que o deixava agressivo. Várias latas de cerveja foram encontradas em sua residência. “Quando bebia, ele costumava agredir a mulher e procurar confusão na cidade e já tinha sido preso alguma vezes”, comentou.

Além da adolescente, o casal também tinha um menino, uma criança de oito anos. Os filhos estão muito alados e viverão dias difíceis sem a mãe, morta brutalmente, e sem o pai, que se tornou um fugitivo. O corpo da mulher foi encaminhado a exame cadavérico e, depois, será entregue a família para o sepultamento.


Da Redação: com Portal do Litoral PB
3
0 Comentários

Postar um comentário