Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA

Boletim Médico – Glauber Coelho Publicado em 20 de agosto de 2014, às 16h15 Lamentamos informar que às 15h desta quarta-feira foi realizada a arteriografia cerebral sendo confirmada a morte cerebral do deputado estadual Glauber Coelho. Assim sendo, foi iniciado o protocolo para doção de órgãos, conforme desejo previamente manifestado pelo próprio Glauber e confirmado pelos seus familiares. Dr. Marlus Thompson Chefe CTI Geral
Vítima de um acidente no dia 10 de agosto, o deputado Glauber Coelho (PSB), que estava internado em estado grave, morreu na manhã desta quarta-feira (20). A informação é da assessoria de imprensa do parlamentar. Na segunda-feira (18), os médicos haviam retirado os sedativos parlamentar. No entanto, não houve mudanças no quadro neurológico e suas funções vitais permaneciam estáveis. Na Assembleia Legislativa, o falecimento de Glauber foi informado pelo deputado Theodorico Ferraço (DEM), durante a sessão ordinária.
Coelho estava em seu primeiro mandato parlamentar e era candidato à reeleição. A família decidiu doar os órgãos do deputado. O velório e enterro de Glauber serão realizados em Cachoeiro de Itapemirim. O horário ainda será definido.O acidente aconteceu no dia 10, por volta das 12h na localidade de Pacotuba, na Rodovia ES 482, que liga Cachoeiro de Itapemirim a Alegre, no Sul do Estado.
Testemunhas contaram que a batida teria sido provocada por uma ultrapassagem – permitida naquele trecho da via –, feita pelo deputado, que guiava o carro. Outros dois veículos se envolveram no acidente. Atuação pública Glauber Coelho foi eleito deputado estadual em 2010, com 23.040 votos. Em seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa, era o 2º vice-presidente da Mesa Diretora, membro efetivo das comissões de Saúde, Agricultura e Meio Ambiente e vice-presidente da Frente Parlamentar de Apoio à Educação no Campo.
Na Assembleia, também assumiu a 2ª Secretaria da Mesa Diretora, presidiu a Frente Parlamentar Saúde para Todos, que percorreu o Estado para avaliar as dificuldades enfrentadas pelos pacientes e gestores dos hospitais e postos de saúde, e foi membro da CPI da Telefonia. O parlamentar se dedicou a projetos de impacto social, como a lei que regulamenta o descarte de lixo tecnológico no Estado e a obrigatoriedade do uso de pulseiras de identificação em pacientes das redes privada e filantrópica.
Além disso, atuou em várias frentes propondo ações em áreas como saúde, educação, segurança, saneamento básico, habitação, agricultura e meio ambiente. Com atuação destacada no sul do Estado, Glauber Coelho realizou importantes parcerias como a feita com a Defensoria Pública Estadual, que teve como objetivo levar atendimento gratuito nas mais diversas áreas do Direito para a população da região do Caparaó, no sul do Estado.
Perfil Glauber da Silva Coelho, 40 anos, nasceu em Cachoeiro de Itapemirim, filho de José Affonso Coelho e Vilma da Silva Coelho; era casado com Fernanda Aguilar Coelho e tinha uma filha de dois anos e três meses. Evangélico, era membro da Primeira Igreja Presbiteriana de Cachoeiro de Itapemirim. Formado em Direito, Glauber Coelho era pós-graduado em Gestão Pública e foi por três vezes vereador em Cachoeiro de Itapemirim. Dos seus 40 anos, 15 foram dedicados à política. Em 2000, foi eleito com 1.252 votos; em 2004, com 2.011 votos; e em 2008, com 4.060. Além de vereador, foi secretário municipal de cinco pastas em Cachoeiro: Saúde; Criança, Adolescente e Juventude; Agricultura; Defesa Civil e Meio Ambiente.

Fonte;Revista Leia/Fotos Gazeta Online
3
0 Comentários

Postar um comentário