Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA

Além da auditoria no Trauma, Cássio disse durante entrevista no JPB 1ª edição, que pretende realizar concurso na área da segurança.


O candidato do PSDB ao governo do Estado, Cássio Cunha Lima, afirmou que, se eleito, vai realizar auditoria no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa para apurar denúncias feitas contra a gestão da organização social Cruz Vermelha, responsável por administrar a unidade hospitalar.
Conforme o candidato, a partir do resultado da auditoria, a organização social poderá ser excluída da gestão hospitalar. As informações foram repassadas em entrevista ao JPB 1ª edição, veiculada ontem pelas TVs Cabo Branco e Paraíba.
No entanto, o candidato explicou que pretende preservar os funcionários que trabalham atualmente no hospital. “A partir da auditoria, nós tomaremos providências e uma delas pode ser o afastamento da Cruz Vermelha, mas preservando os funcionários”, garantiu.
Na entrevista, o candidato reforçou sua proposta de realizar anualmente concurso público para contratar policiais militares, civis e agentes penitenciários. A partir das contratações, conforme o candidato, seria possível reforçar a segurança no Estado e reativar a operação 'Manzuá'.
O tucano ainda afirmou que, se eleito, vai negociar junto ao Fórum dos Servidores Públicos a jornada de trabalho do funcionalismo público, que hoje cumpre carga horária de oito horas diárias. Cássio ainda falou sobre sua proposta para construção de uma ponte para interligar Lucena e Cabedelo, com custo estimado em R$ 600 milhões. Amanhã, Vital do Rego Filho (PMDB) encerra o ciclo de entrevistas.

Com 
3
0 Comentários

Postar um comentário