Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA

Vizinhos informaram que o casal discutia com frequência durante o consumo de bebida alcoólica

O ajudante de pedreiro Edmilson Lima Brito, 40 anos, foi assassinado com uma facada no peito na noite dessa quinta-feira (11), no bairro São Lourenço, em Bayeux, na região metropolitana da Capital. Normélia de Sousa, a mulher da vítima, foi presa suspeita de cometer o assassinato.

De acordo com informações da Delegacia de Homicídios de João Pessoa, a Polícia Militar foi acionada para averiguar uma tentativa de assassinato. Ao chegar no local constatou que um homem tinha sido morto em decorrência de uma facada no peito.
A Polícia Civil foi comunicada e quando chegou na residência, a mulher da vítima disse que o marido tinha se envolvido em uma briga, foi esfaqueado e morrido ao chegar em casa. Peritos começaram a investigar e não encontraram rastros de sangue no local onde foi indicado pela mulher.
Os policiais começaram a suspeitar da mulher e confirmaram que ela teria cometido o crime, quando constataram que a casa tinha sido lavada recentemente e o quintal havia sangue. Vizinhos informaram que o casal discutia com frequência durante o consumo de bebida alcoólica.
O corpo de Edmilson Lima foi levado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol) de João Pessoa. A mulher será levada para o presídio feminino Júlia Maranhão, na Capital.

Por Hyldo Pereira
3
0 Comentários

Postar um comentário