Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA



Para o líder do PSDB na Câmara, deputado federal Antonio Imbassahy (BA), o pacotaço de aumento de tributos anunciado ontem e o veto ao reajuste de 6,5% na tabela do imposto de renda publicado hoje mostram que a presidente Dilma faz mais do que o diabo faria contra os brasileiros.
“Ela bem que avisou que faria o diabo. Não só o fez com uma campanha eleitoral baseada em mentiras, como está fazendo mais do que o diabo faria sentada na cadeira do Palácio do Planalto. Ao colocar em prática o que disse que não faria, no caso dos tributos, e vetar o que se comprometeu a fazer – reajustar a tabela do imposto de renda, a presidente mentiu e traiu os brasileiros”, afirmou Imbassahy.
Segundo ele, as medidas anunciadas penalizarão ainda mais os cidadãos, que já sofrem os efeitos da incompetência do governo em conter a inflação e fazer o país crescer. “É um governo maquiavélico, que passa por uma crise de credibilidade e de criatividade, já que a única saída encontrada para cobrir o rombo da gastança promovida por ele próprio foi meter a mão no bolso do contribuinte”, afirmou.
Ainda segundo o líder do PSDB, nenhuma palavra foi dada no sentido de se reduzir o tamanho da gigante e inoperante máquina pública, com seus 39 ministérios e mais de 23 mil cargos de confiança. “É mais fácil mandar a conta da gastança para os brasileiros. Além disso, a presidente mantém essa estrutura inchada para se proteger, na base do tomá-lá-dá-cá, das consequências do Petrolão, o maior escândalo de corrupção da história e que se consolidou sob suas barbas”, afirmou.
Imbassahy disse ainda que o histórico de mentiras e promessas não cumpridas compromete a credibilidade da presidente Dilma. “Os brasileiros prezam muito pelo valor da palavra empenhada. E, pelo que estamos vendo, a presidente não tem palavra. O que ela fala não para em pé”, afirmou.
Da Liderança do PSDB na Câmara
3
0 Comentários

Postar um comentário