Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA




O presidente do Senado, Renan Calheiros, anunciou nesta quinta-feira (16) que no dia 6 de agosto vai ler o requerimento de criação da comissão parlamentar de inquérito para investigar denúncias de irregularidades no BNDES. O requerimento com 27 assinaturas foi protocolado pelo senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) e pede apuração de irregularidades nos empréstimos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para entidades privadas e a governos estrangeiros a partir de 2007.
Outra comissão de inquérito que deve ter início em agosto é a destinada a apurar denúncias de ilegalidades nos fundos de pensão. Segundo Renan Calheiros, ainda hoje vai indicar os últimos nomes restantes para a composição da CPI dos Fundos de Pensão. Esclareceu que só falta um partido apontar seus nomes.
O pedido para essa CPI foi apresentados pelo senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) e pela senadora Ana Amélia (PP-RS).  Entre as entidades cujas contas poderão ser investigadas estão a Previ, dos funcionários do Banco do Brasil; a Petros, da Petrobras; a Funcef, da Caixa Econômica Federal; e o Postalis, dos Correios.
Atualmente estão em funcionamento no Senado cinco comissões parlamentares de inquérito: de assassinato de jovens, do Carf, da CBF, das próteses, e do HSBC.

Balanço

Renan Calheiros também anunciou que nesta sexta-feira (17), às 11h, dará uma entrevista coletiva para fazer um balanço dos trabalhos do Senado no primeiro semestre. Além disso, anunciou que entre os dias 20 e 31 de julho não haverá sessões no Plenário do Senado.
Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)
3
0 Comentários

Postar um comentário