Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA

Por CARLOS SILVA


155374,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0

Caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que instaurou inquérito; o menino completaria dois anos nesta segunda-feira (24).
A família de uma criança de 1 ano acusa o Hospital Regional Santa Filomena, em Monteiro, a 319 km de João Pessoa, de negligência durante o atendimento, o que teria causado a morte do bebê. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que instaurou inquérito criminal. O menino completaria dois anos nesta segunda-feira (24)
Segundo João Joaldo, delegado seccional da Polícia Civil no Cariri, Lucas David Araújo foi internado com um quadro de infecção provocada por problemas respiratórios na madrugada da quarta-feira (19). A médica de plantão receitou uma medicação e foi ministrada por uma técnica de enfermagem.
“A medicação receitava pela médica era intravenosa. A técnica teria dado apenas uma na veia e a outra via oral, porque a criança estava impaciente. Quando o bebê tomou a medicação ele se engasgou e teve várias paradas cardiorespiratórias. A equipe fez todo procedimento para salvar o garoto, mas ele morreu”, garantiu o delegado.
Os familiares registraram um boletim de ocorrência na Delegacia Seccional de Polícia Civil de Monteiro. O delgado Gilson Teles, chefe do Grupo Tático Especial (GTE) recebeu a denúncia. A autoridade pediu exames que podem apontar as causas da morte e que medicamentos foram usados durante o atendimento.
O corpo de Lucas David foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Campina Grande onde foi necropsiado depois de uma decisão judicial que anulou o atestado de óbito emitido pela médica plantonista do hospital. O sepultamento do garoto ocorreu na manhã desta sexta-feira (21), na cidade de Monteiro.
Ao Portal Correio, o diretor geral da unidade médica, Célio Carli, disse que vai esperar o resultado do laudo do IML para se pronunciar. “Vamos aguardar o laudo para saber o que provocou a morte do bebê. Após a investigação da Polícia Civil e o laudo, vamos abrir um processo administrativo para investigar se houve negligência da equipe médica”, falou.
Fonte: Portal Correio
3
0 Comentários

Postar um comentário