Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA



Aviso de Pauta

Seminário discute raças nativas
na agricultura familiar agroecológica

Aprofundar e expandir a reflexão sobre a importância das raças nativas na agricultura familiar agroecológica. Este é o objetivo de um seminário que acontecerá de terça-feira (17) a quinta-feira (19) de novembro, no Santuário de Padre Ibiapina, em Arara, no agreste paraibano, a cerca de 172 quilômetros de João Pessoa. Na abertura do evento, os participantes terão de um café da manhã, que será servido a partir das 7h30.

Além de aprofundar a reflexão sobre a importância das raças nativas na agricultura familiar, os participantes do Seminário terão a oportunidade de analisar a influência das especializações e suas ameaças ao sistema de criação animal da agricultura familiar de base agroecológica e convivência com o Semiárido. A programação do evento inclui ainda momentos para a identificação dos desafios e das perspectivas para o futuro, no sentido de fortalecer o resgate das raças nativas, e ainda a apresentação e discussão dos trabalhos que vêm sendo desenvolvidos por todas as entidades participantes.

O Seminário sobre raças nativas e adaptadas na agricultura familiar agroecológica é uma promoção da ASPTA - agricultura familiar e agroecológica; Coletivo Asa Cariri (Casaco);
Coletivo Regional do Cariri, Seridó e Curimataú; Grupo de Trabalho “Criação Animal” da Articulação no Semiárido Paraibano (ASA Paraíba); Instituto de Assessoria e Cidadania e ao Desenvolvimento Sustentável (IDS); Núcleo de Extensão Rural Agroecológica (Nera) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB); Núcleo de Estudos em Agricultura Ecológica do Sertão Paraibano (Naesp) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPB); Polo Sindical da Borborema e Programa de Aplicação de Tecnologia Apropriada às Comunidades (Patac).

A comissão organizadora do Seminário é formada por lideranças agricultoras vinculadas às dinâmicas sociais de transição agroecológica no Estado e às organizações dos movimentos sociais do campo, como também às famílias agricultoras que atuam como guardiãs de raças nativas de animais. Também integram a organização do evento representantes de organizações e movimentos sociais do campo, como a Via Campesina, assessores e técnicos da ASA Paraíba, e de entidades prestadoras de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) em assentamentos paraibanos, bem como assessores e técnicos de órgãos e instituições comprometidos com a agroecologia e a agricultura familiar camponesa.
Assessoria de Comunicação Social – Incra-PB
3
0 Comentários

Postar um comentário