Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA

ae99e20e-6983-4cda-9919-7e6160402a65


Foto: Ascom
A Polícia Civil da Paraíba, por meio da 10ª Delegacia Seccional, com sede em Campina Grande, deflagrou, na manhã desta sexta-feira (18), a Operação Espectro, cumprindo 12 mandados de busca e apreensão, sendo 11 em diversas cidades da Paraíba e um em Natal (RN), onde foi presa a proprietária da empresa Renavin – Registro Nacional de Vistorias e Inspeções Ltda, Cristiane Sobral, suspeita de participar de um esquema fraudulento que envolvia funcionários do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) da Paraíba, e que causou um prejuízo de cerca de R$ 5 milhões ao Estado.
 “Nós já qualificamos e interrogamos funcionários do Detran que trabalhavam na comissão de licitação na época em que a empresa Renavin venceu a concorrência”, afirmou o delegado Yasley Almeida, que coordenou a operação, acrescentando que o ex-superintendente do Detran na Paraíba, Rodrigo Carvalho, também será interrogado.
A “Operação Espectro” é resultado de um inquérito policial instaurado para apurar um esquema fraudulento montado para credenciamento da empresa Renavin – Registro Nacional de Vistorias e Inspeções Ltda –  pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) da Paraíba, para realização de vistorias veiculares destinadas a transferência de propriedade, intermunicipal e interestadual.
“Durante a investigação comprovou-se a prática dos crimes de organização criminosa, falsificação documental, uso de documento falso, fraude à licitação corrupção ativa e passiva, bem como sonegação fiscal atinente ao não recolhimento do imposto sobre serviços – ISS decorrente da realização de vistorias de identificação veicular”, destacou o delegado.
A operação foi realizada por mais de 60 policiais civis para cumprimento de mandados de prisão e busca e apreensão na Paraíba e no Rio Grande do Norte.
“Na Paraíba, foram cumpridos mandados em João Pessoa, Bayeux, Santa Rita, Campina Grande, Monteiro, Guarabira, Patos, São Bento, Sousa e Cajazeiras. Já no Rio Grande do Norte, foi presa em um condomínio de luxo em Natal, a proprietária da empresa, Cristiane Sobral”, concluiu.
FONTE: Paraíba On line

 Da Redação com Ascom


3
0 Comentários

Postar um comentário