Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA



O ano eleitoral é sempre marcado com discursos de renovação. A renovação não acontece e nada indica que isto acontecerá de fato. Provavelmente, iremos comprovar o conservadorismo político e em outros casos a falta de opções melhores para os eleitores que ficarão evidentes com os  resultados das urnas.  

Para melhor expor o que pretendo expressar irei focar no cenário partidário de Guarabira. Em Guarabira, o legislativo ruma para o jogo que colocam os mesmo nomes ou seus herdeiros, ou seja, a continuidade familiar ou por apadrinhamento não possibilitará renovação de fato. O interessante é que alguns nomes não serão reeleitos,porque não pretendem irem para  a disputa eleitoral neste ano ou por almejarem outros cargos no meio político local. Mesmo assim, alguns que não irão disputar o pleito já indicam seus filhos ou parentes próximos como candidatos para manterem a vaga no poder legislativo. Em outros casos, alguns são nomes novos,mas, que não representam mudanças. Como assim? Na verdade são candidatos fabricados com objetivo de atender interesses de lideranças maiores para marcarem território no jogo do poder local. Nada muda!

No caso do poder executivo o cenário indica que a mudança não representa melhoras e sim até retrocessos. Neste momento, quatro candidaturas são indicadas para o cargo de prefeito do município de Guarabira. A candidatura do PSOL que poderia mostrar algo novo não mostrou nada até o momento. A candidatura do PSB que vem falando do fim da gangorra Paulino e Toscano, com toda estrutura existente apenas vem mantendo a possibilidade da candidatura através do fisiologismo. A candidatura do PMDB aposta na paixão dos eleitores do "vermelhão" e no pouco realizado durante décadas em que governaram o município. Portanto, estas opções que indicam mudança em relação ao modelo administrativo atual são retrocessos,porque o candidato do PSDB, o atual prefeito, apesar de ser um político tradicional e governar o município em diversas ocasiões é o que mostra ações concretas nas diversas áreas da sua gestão, onde constatamos muitos avanços hoje que indicam perspectivas de um futuro melhor para Guarabira.  

A renovação é necessária e a mudança em muitos casos também. O poder legislativo local precisa de renovação, em muitas localidades no poder executivo também é necessária a mudança. Porém, em muitos casos, a mudança na gestão pode ser retrocesso,por isso, o município de Guarabira precisa da continuidade do governo atual para o seu desenvolvimento. 
3
0 Comentários

Postar um comentário