Flexible Home Layout

ECONOMIA

CUITEGI

FOTOS

EMPREGOS

Video

POLITICA

Ele descartou compor com Paulino, mas disse que não faz objeção de que o peemedebista venha apoiar uma possível candidatura de Cássio a governador. 



Adversários políticos históricos na Paraíba os Toscano e Paulino disputam o voto do eleitorado na cidade Guarabira, reduto eleitoral das duas famílias. Apesar de todo passado caminhando em lados opostos, o prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB), não vê empecilho de dividir o palanque com o ex-governador Roberto Paulino (PMDB) no pleito de 2018.

Ele descartou compor com Paulino, mas disse que não faz objeção de que o peemedebista venha apoiar uma possível candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) a governador. “Nada impede que ele possa votar no mesmo candidato que eu vote. Não há nenhuma possibilidade de nós estarmos em composição, agora se ele quiser votar com Cássio, não há problema”, declarou em entrevista ao programa Correio Debate, da 98 FM, nesta segunda-feira (23).

Já Paulino, na semana passada, defendeu que os partidos que se uniram em favor da candidatura de reeleição do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), como PSDB, PMDB e PSD, formem uma coalizão de forças em torno do nome do senador Raimundo Lira (PMDB) para lançá-lo como candidato a governador.

Zenóbio, apesar de defender a candidatura de Cássio, afirmou que não tem restrição ao peemedebista. “Não descarto votar em Lira, tenho com ele um bom relacionamento, inclusive, tem nos ajudado com emendas parlamentares. Nós temos hoje cerca de R$ 15 milhões em emendas tramitando na Caixa Econômica Federal e outros projetos já em execução, entre eles, temos a ajuda de Raimundo Lira”, disse.

(Blog do Gordinho)
3
0 Comentários

Postar um comentário